Lafaiete na Black Friday

24 Novembro 2017, 5:09 pm

Black Friday é uma expressão em inglês, que significa sexta feira negra. Mas, para os lojistas, o dia tem outros tons, como o de esperança de grandes vendas e aquecimento do mercado.

Ideia importada do mercado americano, os brasileiros estão se adaptando à nova moda e a cada ano o consumidor fica mais exigente e busca orientações e mecanismos para não cair em golpes e falsas promoções. A busca é sempre por promoções e bons preços.

Em Lafaiete algumas lojas, principalmente as de grandes redes abriram cedo. Às 6h os vendedores já estavam a postos. Mas, os consumidores não fizeram filas nas portas como em anos anteriores. Há uma grande tendência de compra e-commerce (compra via internet). A estimativa é que a arrecadação deste ano será de R$ 2,2 bilhões, número recorde. Isso representa um crescimento de 19% em relação ao ano anterior.

O consumidor tem direitos garantidos e em Lafaiete pode recorrer ao procon, localizado à rua Carijós, 123, centro (próximo ao colégio Domingos Bebiano). Para atendimento no Procon o consumidor deve levar os documentos de identidade e o maior de número possível de documentos pertinentes ao caso a ser apresentado, como recibos, notas fiscais, boletos, contratos, etc. O horário de atendimento é de 10h às 16h. O  telefone é o 3769-9010.

Confira algumas dicas para as duas situações de compra:

  • Verifique se os preços cobrados no dia da Black Friday não são os mesmos dos dias anteriores.
  • Compare preços.
  • Imprima e/ou salve todos os documentos (print das telas) que demonstrem a compra e confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.).
  • Cuidado com sites falsos. Não faça compras através de link de redes sociais, digite o endereço da loja ou site na barra de endereço;
  • O Procon orienta, ainda, que a melhor maneira de fazer o pagamento em sites é por meio do cartão de crédito.

Fonte: FatoReal

 

JoomShaper